Porquê trabalhar conosco?

O Geoclube proporciona-te várias oportunidades para te tornares num jovem ativo. Entre participar em atividades e/ou projetos até viajar para outros países as vantagens são imensas:

  • Oportunidade de viajar de forma gratuita!
  • Conhecer e relacionar com pessoas de culturas e países diferentes!
  • Após cada projeto recebes um Youthpass (Certificado)!
  • Oportunidade de explorar novas culturas!
  • E poque seja num projeto ou numa ativiade a diversão é sempre garatida!

O Geoclube tem vindo a promover diversas atividades de voluntariado, como forma de promoção do bem comum, exercício de uma cidadania ativa, solidariedade e também enriquecimento pessoal e profissional, especialmente entre os jovens.
Para além de atividades de voluntariado a nível local, o Geoclube tem sido um grande impulsionador do voluntariado internacional, sendo a primeira associação de Gondomar acreditada para projetos de Serviço Voluntário Europeu e a primeira a receber voluntários europeus em Gondomar.

Convicto de que a solidariedade é o principal alicerce do trabalho social, o Geoclube tem procurado integrar nas suas atividades um cariz solidário, de forma a consciencializar os jovens para a importância da solidariedade e sensibilizar para necessidades urgentes aos mais diversos níveis, especialmente a nível local. Para além disto, a solidariedade também constitui um fator determinante no desenvolvimento de competências pessoais e emocionais, assim como no desenvolvimento de uma cidadania ativa.

Desde 2007 que o Geoclube tem investido em atividades a nível europeu, nomeadamente ao abrigo do anterior programa “Juventude em Ação” e agora “ERASMUS+”.
Acreditamos nas atividades de mobilidade europeia como uma oportunidade para os jovens adquirirem e/ou melhorarem as suas competências pessoais e profissionais, melhorarem a empregabilidade, ganharem consciência cultural e de cidadania europeia.
Como tal, o Geoclube tem promovido várias oportunidades de mobilidade tais como Intercâmbios Juvenis, Formações Internacionais, Seminários e Serviço de Voluntariado Europeu, onde todos os jovens são convidados a participar.

Aliando-se à área da Geografia, que deu o nome à própria Associação, o Geoclube dinamiza atividades de Orientação – Desporto das Florestas.
Estas atividades têm como objetivo fomentar competências de orientação e localização geográfica, bem como a compreensão e interpretação cartográfica, promovendo ainda o contacto entre os jovens e a natureza através das atividades ao ar livre.

“No futuro, devido ao ritmo e dinâmica dos processos sociais, a formação dos indivíduos tem de se assumir como processos de construção, cuja prossecução ultrapassa, necessariamente, os limites dos sistemas formais de ensino” (Luís Castanheira Pinto Maio de 2005).
A Educação não-formal é acima de tudo, um processo de aprendizagem social, centrado no formando/educando, através de atividades que têm lugar fora do sistema de ensino formal, mas complementar a este. Como associação da sociedade civil, o Geoclube tem como suporte do seu trabalho a educação não-formal, que assume a forma de workshops temáticos, seminários, trabalho comunitário, social ou juvenil, serviço voluntário e atividades recreativas.

Aliando-se à área da Geografia, que deu o nome à própria Associação, o Geoclube dinamiza atividades de Orientação, que dão a conhecer aos jovens a orientação geográfica através de ferramentas como a carta topográfica, bússola e mapas. Estas atividades têm como objetivo fomentar competências de orientação e localização geográfica, bem como a compreensão e interpretação cartográfica, promovendo ainda o contacto entre os jovens e a natureza através das atividades ao ar livre.